Num processo de negociação sempre deve prevalecer o bom relacionamento entre as partes, linguagem corporal mal interpretada ou palavras mal empregadas podem gerar um desgaste ainda maior num momento já crítico e delicado. Confira a terceira e última parte dessa série que separei para vocês!

REAGINDO À PROVOCAÇÃO
Coloca-os na posição de poder e você se torna subordinado. Sugere que eles estão chegando até você e podem criar uma espiral descendente de conflito. Se você se deixar levar pelas provocações demonstrará uma falta de segurança no gerenciamento de suas emoções.

PALAVRÕES
Palavrões podem ofender, mas o mais importante é que pessoas respeitadas raramente encontrarão a necessidade de apelar para palavras de baixo calão, mas deixarão isso para aqueles que sentem que precisam adicionar algo mais para expressar seu ponto de vista.

DEIXAR O VENDEDOR ESPERANDO
É bastante indelicado, além disso você dará ao vendedor mais oportunidade para se preparar enquanto espera por você.

PIADAS
Muito comum, num passado distante da área de Compras, para quebrar o gelo. Mas, hoje, uma piada pode ofender e distanciar o vendedor da mesa de negociação.

Se você estiver usando algumas destas práticas acima, sugiro repensar a forma que você está negociando. Existem maneiras mais eficientes de abordar os diferentes temas na hora de negociar que com certeza trarão mais resultados e menos desgaste entre as partes.

Você conhece outras formas de negociar que devem ser evitadas?

Para mais conteudos como este, acesse: https://voratte.com.br/

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *