Cadeias de suprimentos continuam a aumentar em complexidade.

Eu observei isso em ao gerenciar diversos projetos em organizações nos últimos anos, incluindo a cadeia de fornecimento de ponta a ponta.

Ser capaz de gerenciar efetivamente essa complexidade é essencial para atingir importantes objetivos de negócios – crescimento e lucratividade.

Para começar, você deseja identificar os fatores que contribuem para essas complexidades:

  • a distribuição geográfica de clientes e fornecedores;
  • considerações de risco e segurança;
  • obstáculos regulatórios e de conformidade;
  • aumento das expectativas dos clientes quanto a prazos de entrega menores;
  • um aumento no número de participantes envolvidos são fatores que estão aumentando a complexidade da cadeia de suprimentos.

Afinal, vivemos em um mundo global!

Um fio comum a todos esses fatores é o número de pontos de conexão entre fornecedores e clientes.

Complexidade da unidade de pontos de conexão.

Pontos de conexão são aqueles pontos que ligam duas ou mais pessoas, processos, sistemas, funções ou parceiros da cadeia de suprimentos.

Por exemplo, quando dois departamentos funcionais trabalham juntos para introduzir um novo produto ou conceber um novo projeto, haverá, sem dúvida, vários pontos de interseção.

Esses pontos são tipicamente mais complexos de gerenciar e criam um maior grau de atrasos e problemas do que outros pontos no processo de desenvolvimento de novos produtos.

Imagine desenvolver um novo produto ou projeto enquanto colabora com fornecedores e clientes.

Os clientes estão fornecendo feedback e sugestões sobre suas necessidades, enquanto isso, os fornecedores poderiam colaborar em um novo design, novas embalagens ou formas de reduzir o desperdício.

Esses pontos de conexão aumentam a complexidade.

E uma das maneiras mais eficazes de gerenciar essas complexidades é usar processos e ferramentas de gerenciamento de projetos.

Aqui estão três maneiras pelas quais o gerenciamento de projetos ajuda as equipes a gerenciar os pontos de conexão da complexidade da cadeia de suprimentos.

  1. Use o método do caminho crítico (escopo)

Esses pontos de conexão da cadeia de suprimentos geralmente estão no caminho crítico do projeto.

O caminho crítico, uma técnica de gerenciamento de projetos usada para mostrar a sequência de atividades em um cronograma do projeto, ajuda as organizações a lidar com essa complexidade.

O software de gerenciamento de projetos permite que você visualize esse caminho crítico.

Um caminho que inclui tarefas com dependências, organizadas em uma ordem específica que é necessária para concluir o projeto no caminho mais curto para o sucesso.

Usar ferramentas de gerenciamento de projetos para identificar e gerenciar o caminho crítico é uma maneira eficaz de fazer tudo.

Desde lembrar grupos de produtos de tarefas colaborativas futuras, até se certificar de que equipes e fornecedores estão se concentrando na atividade certa no momento certo ou pelo menos cientes de atrasos que podem afetar outros prazos prementes.

Depois de conhecer as tarefas específicas do caminho crítico, o segredo do sucesso é concentrar 80% de sua atenção nessas tarefas específicas. Desta forma, você simplifica sua abordagem, mas tem o maior impacto.

  1. Comunique-se e colabore

Não é segredo que a comunicação está no cerne do sucesso ao gerenciar a complexidade.

Por exemplo, um plano de operação de vendas e inventário ou um processo de planejamento de vendas e operações podem ser executados em parceiros da cadeia de suprimentos, o que fornece um veículo para se comunicar e colaborar em tópicos de demanda e fornecimento.



Trabalhei com fabricantes e distribuidores de uma ampla variedade de setores (serviços, construção civil, logística) e descobri que, embora um processo faça um trabalho eficaz de alinhamento entre demanda e suprimento, ele facilita ainda mais o trabalho transversal.

Comunicação de todas as funções de uma organização, muitas vezes incluindo os clientes e fornecedores.

Outra maneira de atenuar quaisquer lacunas de comunicação é usar software colaborativo de gerenciamento de projetos.

Ele fornece uma única fonte de verdade para atividades de projeto e equipe e atualizações de cronograma, especialmente quando os pontos de conexão incluem equipes globais que trabalham em diferentes fusos horários.

Veja uma outra maneira simples de abordar a comunicação para simplificar as complexidades da cadeia de suprimentos:

Pegue o telefone e converse com os envolvidos (use o WhatsApp)!

Se o plano de operações ou a plataforma de gerenciamento de projetos revelar problemas de entrada, fale com os responsáveis ​​pelas tarefas que dependem de você, bem como com as pessoas das quais você depende.

  1. Use processos ágeis

Por último, mas definitivamente não menos importante, considere seguir uma abordagem “Agile” para gerenciar a complexidade da cadeia de suprimentos.

O Agile, um conjunto de processos rápidos e flexíveis que considera a mudança, ajuda as equipes a se adaptarem às oportunidades do mercado e melhora o desempenho dos negócios, permitindo que você dívida a complexidade em partes razoáveis.

Depois de experimentar um conjunto de circunstâncias simples, você adiciona camadas de complexidade e testa novamente.

Assim, fica mais fácil identificar problemas e gerenciar a complexidade porque você entende o que cada camada de complexidade afeta.

Se você liderar uma equipe ou um projeto, quanto mais você aprender a administrar a complexidade com sucesso, mais prosperará.

E simplificar a complexidade é um ponto de partida que pagará grandes dividendos.

Além disso, no mundo atual das compras pela Internet, a velocidade é fundamental.

Como o gerenciamento da complexidade melhora a velocidade e a eficácia, as empresas que conseguem gerenciar a complexidade geralmente ultrapassam a concorrência, já que o setor de compras é absolutamente estratégico.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *