De fato, nada será como antes, a pandemia que assola o mundo trouxe uma nova realidade para todos e daqui pra frente, haverá um novo normal, e teremos que nos acostumar com isso. A área de suprimentos, por exemplo, terá que buscar e aprender a lidar com as novas necessidades dos clientes externos e internos. Cada vez mais a área terá que se reinventar, fazer novas alianças na busca de novas oportunidades. Ela agora, até mais que antes, passa a ter um papel fundamental no planejamento estratégico das empresas, na busca de resultados a curto, médio e longo prazo.  

    Os compradores precisam estar próximos de seus fornecedores, monitorando-os de informação, pois todos estão passando por um momento difícil onde a redução nas vendas e inadimplência aumentam a cada dia. É fundamental que o comprador tenha conhecimento de estoques e finanças, pois esta analise vai determinar o sucesso de suas estratégias. 

    É importante que os compradores promovam também debates com as equipes internas, P&D, Qualidade, Engenharia e Planejamento, na busca de novos materiais, sejam alternativas de novos fornecedores ou por falta de insumo no mercado. A área de suprimentos precisa estar um passo na frente das informações de mercado, pois será um elo na busca de novas oportunidades e/ou novos negócios. 

   O gestor precisa munir sua equipe com informações constantemente para a correção das estratégias, pois o mercado está mudando com uma velocidade nunca antes vivida e com muitas incertezas. As empresas precisam reconhecer que a equipe de suprimentos não pode mais ficar somente atrás do computador emitindo pedido de compras, ele precisa estar inserido no planejamento estratégico e na tomada de decisão.

#conectasul #eunoconecta #souconecta #strategicsourcing #suprimentos #procurement #inteligenciaemcompras

Por: Maurici Junckes

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *